Mônica Guedes
Querida no meio musical, a cantora sertaneja Mônica Guedes, saiu do campo das promessas e consolidou seu
nome no cenário artístico atual. Mulher de personalidade forte e sempre pauta dos veículos de comunicação,
traz consigo a paciência de galgar os passos certos para se firmar cada vez mais na música e conquistar seu
espaço. Antes mesmo de grandes nomes da atualidade Mônica já era reconhecida por lutar pelo espaço da
figura feminina no universo sertanejo, socialmente ativa, feminista, e talento de sobra, ela conquistou a
simpática da mídia, colegas de profissão de público.

A trajetória da cantora começou em 2008, com a direção do maestro Daril Parisi, ela gravou uma demo com
covers de músicas internacionais sob o pseudônimo de "Harmonyke". Foi desta forma que surgiu a primeira
oportunidade profissional na música. Aos 19 anos, se tornou vocalista de uma banda de pop rock que se
apresentava na noite paulistana. Mas, Mônica buscava sua própria identidade. Assim, em 2009, já em carreira
solo, lançou seu primeiro CD, "Coleção de Instantes". Independente, o disco de músicas pop foi produzido
pelo maestro Marco Pontes Caixote e Nil Bernardes, com o apoio da empresa multinacional AOC.

No ano seguinte, veio seu segundo álbum, "Vai Valer a Pena", o qual ela mesma produziu e lançou pela
gravadora Discos Arlequim. Também no gênero pop, o CD trazia seis canções de sua autoria, além de quatro
regravações. Entre elas, o sucesso "Primeiros erros", de Kiko Zambianchi, que alcançou o primeiro lugar entre
as mais pedidas no litoral paulista.
Blogueiro, divulgador, graduado em Ciências Contábeis; tonobuteco.com & sertanejona.com; parceiro no projeto Lucas Reis & Thácio! 👻 fernando.buteco
Parceiros