Manutti – Astronauta de Mármore / Dois
Por Fernando - 28 de outubro de 2016

Letra: Astronauta de Mármore / Dois – Manutti manutti-sertanejo-2016

A lua inteira agora
É um manto negro
Oh! Oh!
O fim das vozes no meu rádio
Oh! Oh!
São quatro ciclos
No escuro deserto do céu

 Quero um machado
Pra quebrar o gelo
Oh! Oh!
Quero acordar
Do sonho agora mesmo
Oh! Oh!
Quero uma chance
De tentar viver sem dor

Sempre estar lá
E ver ele voltar
Não era mais o mesmo
Mas estava em seu lugar

Sempre estar lá
E ver ele voltar
O tolo teme a noite
Como a noite
Vai temer o fogo

Vou chorar sem medo
Vou lembrar do tempo
De onde eu via o mundo azul

Quando você disse nunca mais
Não ligue mais, melhor assim
Não era bem o que eu queria ouvir

E mais uma vez você ligou
Dias depois, me procurou
Com a voz suave, quase que formal

De repente as coisas mudam de lugar
E quem perdeu pode ganhar
Teu silêncio preso na minha garganta
E o medo da verdade

Eu sei que eu, eu queria estar contigo
Mas sei que não, sei que não é permitido
Talvez se nós, se nós tivéssemos fugido
E ouvido a voz desse desconhecido
O amor, o amor, o amor, o amor

Eu sei que eu, eu queria estar contigo
Mas sei que não, sei que não é permitido
Talvez se nós, se nós tivéssemos fugido
E ouvido a voz desse desconhecido
O amor, o amor, o amor, o amor.

down-botao-1

 

Blogueiro, divulgador, graduado em Ciências Contábeis; tonobuteco.com & sertanejona.com; parceiro no projeto Lucas Reis & Thácio! 👻 fernando.buteco
Parceiros