Milionário & Marciano – Meu Desespero / Amor Clandestino
Por Fernando - 3 de abril de 2016

Letra: Milionário & Marciano – Meu Desespero / Amor Clandestino Milionário e Marciano - CD Lendas

Meu Desespero
Você já viveu comigo
Encheu de amor meu coração
Perfumou a nossa cama deixando o gosto da solidão
Esqueceu em nosso quarto uma foto sua de corpo inteiro
E hoje em minha vida é meu pedaço de desespero

Não posso ouvir no rádio aquela canção que você gostava
Que corro e vou pro boteco
Beber mais uma pra te esquecer
Vendeiro, desce mais uma
Confere a conta lá na tabela
Repete aquela canção que eu bebo e choro pensando nela

Quando a porta se abrir
Você vai sair e pedir que eu esqueça
Toda vez é assim
Vai fugindo de mim, quase perco a cabeça

Quando o relógio avisa
Visto minha camisa
Me escondo da dor
Nem bem a porta se fecha
Você me esquece no elevador

Fica a sensação
Que essa nossa paixão
É um caso sem jeito
Pra te amar outra vez lembro o que a gente fez
Te procuro no peito
Só encontro um vazio
Feito um peixe sem rio
Me falta um pedaço
Sinto então a sua boca
E meu corpo sem roupa dentro do seu abraço

Esse amor de momento
Quase nunca tem tempo
É feito às pressas
Não divide segredos
Não tem paz nem sossego
Não admite promessas

Esse amor clandestino
Faz de mim um menino
Que a dormir também chorar
E adormece querendo
Te ouvir me dizendo
Nunca mais eu vou embora.

downloadtnb

Blogueiro apaixonado por música; CEO no Blog Tô No Buteco; graduado em Ciências Contábeis e parceiro no projeto Lucas Reis & Thácio.
Parceiros