Operário realiza sonho e canta no palco do Festival Villa Mix em Goiânia
Por Fernando - 3 de julho de 2017

Deivid começou a cantar aos 7 anos e chegou a ter uma dupla sertaneja chamada Deivid e Felipe. Porém, teve de deixar o sonho de lado para sustentar os seis filhos, com idades entre 18 e 4 anos.

‘Já gravei um CD simples, cantei em barzinho, mas deixei um pouco de lado porque precisava de uma garantia, uma renda fixa para sustentar minha família’, explicou.

Pedreiro, ele estava desempregado e, por isso, aceitou trabalhar na montagem do palco. A estrutura quebrou o próprio recorde e é considerada a maior do mundo pelo Guinness Book , com 120 metros de largura e 70 de altura.

O festival reuniu mais de 20 atrações nacionais e internacionais neste final de semana, no estacionamento do Estádio Serra Dourada.

villa mix festival goiania

Leia Mais: Festival Villa Mix bate novo recorde mundial em Goiânia

Após subir ao palco do Festival Villa Mix para cantar com Jorge e Mateus, o operário Deivid Vila Boa, de 35 anos, mal conseguiu dormir, em Goiânia. Emocionado, ele contou que vive um sonho e espera ter uma chance de ser cantor profissional.

Deivid, que trabalhou na montagem do palco do festival, ganhou um ingresso para o evento, mas não sabia que seria chamado para cantar, na noite do último domingo (2). Por causa de um colega de trabalho, ele deu amostras do seu talento a uma equipe de reportagem. Jorge ouviu as gravações e topou chamá-lo para cantar com eles durante o festival.

Ao final da apresentação, o público começou a gritar o nome do operário em coro e ele se emocionou. Deivid não conseguiu segurar as lágrimas.

‘Eu nunca imaginei isso. Eu senti uma coisa muito boa. Foi muita emoção, me lembrei da minha mãe. Antes de morrer, há um ano, ela disse: ‘Você vai chegar lá’. Queria que ela estivesse visto, era o sonho dela’, explicou.

Desde que desceu do palco, o celular de Deivid não para de tocar e receber mensagens: “Saí de lá e fui conversar com meus filhos, meus amigos, parentes de todos os lugares mandam parabéns, falam que estão felizes por mim. É muito bom”.

Ao rever a apresentação, Deivid avalia que podia ter sido melhor. “Achei que ficou bom, mas que podia ter dado mais de mim. Fiquei nervoso, não saiu bem minha voz, estava com medo de errar a letra também e não tinha retorno”, opina.

Assista a matéria no vídeo abaixo:

Via G1.

Gostou da notícia? Deixe seu like!

CDs Completos e músicas avulsas » https://goo.gl/lRKFzN
Confira as últimas notícias » https://goo.gl/iCs3YL
Confira clipes sertanejos » https://goo.gl/OjdkS7

Ouça nossa Playlist no Spotify!

Blogueiro apaixonado por música; CEO no Blog Tô No Buteco; graduado em Ciências Contábeis e parceiro no projeto Lucas Reis & Thácio.

Parceiros
error: Conteúdo Protegido! www.tonobuteco.com